Notícia

Home / Notícias

Após dois anos CRE consegue colocar tomógrafo em funcionamento

Publicado em quinta-feira, 07 de novembro de 2019

Depois de uma longa espera, o aparelho de Tomografia do Centro Regional de Especialidades (CRE), mantido pela Associação Regional de Saúde (ARSS), com sede em Francisco Beltrão, está realizando exames dos pacientes encaminhados pelos 27 municípios da região de Francisco Beltrão.

Os recursos financeiros foram conseguidos pelo deputado Assis do Couto (PDT-PR) junto ao governo federal em 2017 (emenda ao orçamento), a compra do equipamento aconteceu em 2018 e a instalação, em outubro do mesmo ano. No entanto, por problemas na concorrência, legais e burocráticos, o equipamento só começou a ser usado em setembro de 2019.

Ontem, no auditório da ARSS/CRE, em Beltrão, uma solenidade marcou, simbolicamente, o início dos trabalhos. No entanto, há dois meses o equipamento vem sendo utilizado para realização de exames de pacientes e custeados pelo Sistema Único de Saúde (SUS).

Estiveram na solenidade os secretários municipais de Saúde, prefeitos, vereadores, o ex-deputado Assis do Couto, prefeito Helton Pfeiffer (Salgado Filho), presidente da ARSS; a chefe da 8ª Regional de Saúde, Maria Izabel Cunha; e a coordenadora administrativa da ARSS, Ivone Sponchiado.

Graziela Cristina Giacobo Nodari, diretora técnica do CRE, expôs um relatório com os números de exames já realizados. Em 46 dias úteis, foram atendidos 994 pacientes e realizados 1.222 exames – os números são diferentes porque, eventualmente, o médico solicita mais que um exame de tomografia no paciente. Uma média de 26 pacientes são atendidos pelo setor de tomografia.

Trabalho do Assis

Em seus discursos, as autoridades destacaram o esforço do ex-deputado Assis do Couto (2015-2018) para atender a esta demanda do CRE. O médico radiologista João Batista Grisa, da clínica responsável pelos exames, disse que o aparelho instalado é o segundo melhor em funcionamento na região.

Marilene Romio, diretora do Departamento de Saúde de Marmeleiro, comentou que “a questão da tomografia é muito importante para os municípios porque havia dificuldade de agendar, todos estão contentes com isso. A quantidade de exames vem aumentando e desafogando os municípios”.

Maria Izabel Cunha, da 8ª Regional, enalteceu a iniciativa de Assis do Couto em viabilizar os recursos. “Só parabéns é pouco, [esse equipamento] vai agregar muito no trabalho. Todos estão contentes”, comentou.

Compra de mais um aparelho

O presidente da ARSS, Helton Pfeiffer, expôs que o valor recebido para a compra do equipamento, via emenda do deputado Assis do Couto, era de R$ 1.385.000 (valor arredondado pela reportagem), foi feita a licitação para a compra e o valor da proposta vencedora foi menor. Sobraram R$ 175.718 e a direção da ARSS conseguiu comprar equipamentos para exames de oftalmologia. “Graças a estes aparelhos de tomografia e oftalmologia, temos condições de dar um ótimo atendimento”, frisou o prefeito. Helton disse, dirigindo-se a Assis, que, “com certeza, o que o senhor fez aqui está fazendo o bem pra muitas pessoas, continue nos ajudando”.

Assis do Couto enfatizou em seu discurso que é preciso que nos municípios os setores de saúde e agricultura dialoguem, porque, em sua opinião, a saúde começa pela alimentação. Se houver entrosamento entre as duas áreas, pode ocorrer o fortalecimento da agricultura familiar. “Eu tô fazendo um trabalho sobre alimentação e saúde, grande parte da condição de saúde nossa tem a ver com a alimentação”.

O ex-deputado argumentou que “saúde não significa só tratar doenças, mas evitar as doenças; a alimentação saudável é importante para a prevenção”.

30 dias para agendamento

O agendamento de exame de tomografia no CRE é feito pelas secretarias de Saúde dos 27 municípios filiados à ARSS. A média é de 30 dias de demora para o paciente fazer o exame. Em caso de urgência, o encaixe do paciente é feito no dia.

O laudo com o diagnóstico leva até 48 horas para ser dado. Mas quando o médico radiologista verifica que é algo mais sério, o laudo é fornecido em duas horas.

A equipe do setor de tomografia é formada por dois médicos radiologistas e quatro técnicos em radiologia, todos de empresa contratada, e uma técnica em enfermagem do CRE.

 

Fonte Jornal de Beltrão

Foto  Flávio Pedron Jornal de Beltrão

 

Por Castor Pierro

Leia também

Desenvolvido por goutnix.com.br