Notícia

Home / Notícias

Prefeito de Capitão Leônidas Marques entra com mandado contra decreto estadual

Publicado em sábado, 11 de julho de 2020

 

Claudio Quadri, prefeito de Capitão Leônidas Marques ingressou com mandado de segurança com pedido de liminar contra o decreto Governo do Estado, que estabeleceu fechamento do comercio considerado não essencial devido a pandemia do coronavirus até o dia 14, podendo pelo decreto ser prorrogado por mais dias. 

O prazo inicial do decreto termina na próxima terça-feira (14). Se o resultado dos dias mais restritivos não for satisfatório, a Secretaria de Estado da Saúde pode prorrogar as medidas. Para a decisão serão levados em conta o número de casos e mortes pela Covid-19 e a taxa de ocupação dos leitos de UTI.

A administração municipal de Capitão, alega que não se trata de mandado de segurança com simples fins econômicos (garantia de empregos e abertura do comercio), mas, sim, de medida que visa a garantia da saúde dos comerciários e das pessoas da cidade.

O prefeito afirma que  o decreto estadual não observou as características locais (cidade pequena) com pouco movimento no comercio considerado não essencial (exemplo, lojas de roupas, cosméticos, moveis e outros) que não contribui com a disseminação do vírus.

A Associação Comercial de Capitão entende que todo tipo de comércio é essencial e realizou na terça-feira uma carreata pelo centro da cidade, demonstrando insatisfação com o referido decreto estadual.

Empresários reclamam que a decisão tomada pelo Governo Estadual vai culminar em possíveis demissões de funcionários, prejuízos financeiros e até fechamento de empresas.

 

Informações e foto: Rádio San

Publicado por: Castor Pierro

Leia também

Desenvolvido por goutnix.com.br